s 49º Festival de Folclore - Nova Petrópolis/RS - Grupos
Ministério da Cultura e Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer apresentam:
O mundo é mais colorido com a diversidade

Esperamos por você

14 a 31 de Julho de 2022

Acompanhe as novidades do evento

O mundo é mais colorido com a diversidade

14 a 31 de Julho de 2022

Transmissão via Facebook

na página Festival Internacional de Folclore

Festival de Folclore

Grupos Nacionais

Associação Cultural Maria Bonita

De onde vem o grupo?
Ceará

A Associação Cultural Maria Bonita foi fundada no ano de 2000, por jovens e adolescentes do Logradouro e circunvizinhanças com o objetivo de desenvolver ações de resgate e fortalecimento das manifestações culturais de Umari e da região.


Francine Maria Pessoa Romão

De onde vem o grupo?
Ceará

A cantora, poetisa, compositora, multi-instrumentista, escritora cearense Francine Maria, filha dos professores Aurilene Pessoa e Francivaldo, começou sua vida artística aos sete anos de idade (2014), ingressou ao declamar poesias nordestinas e embarcou no mundo da música. Hoje, com 14 anos, virou artista global. Estará mostrando seu talento nas escolas e também no Palco da Diversidade


Grupo Folclórico Orzel Bialy

De onde vem o grupo?
Santa Catarina

O grupo foi fundado na década de 70 e tem por objetivo preservar a cultura polonesa e a história de seu povo, através do seu rico folclore que se expressa de forma mais vibrante por meio das danças.


Grupo Parafolclórico Frutos do Pará

De onde vem o grupo?
Pará

O grupo Frutos do Pará apresenta um trabalho de resgate da cultura Paraense utilizando como ferramenta a música e a dança folclórica do estado do Pará através de shows e oficinas folclóricas, tendo como base principal o CARIMBÓ.

Este ano o grupo completa 30 anos e os festejos serão no Palco da Diversidade.

 


Grupo Parafolclórico Vaiangá

De onde vem o grupo?
Pará

O Grupo Parafolclórico “VAIANGÁ” tem 33 anos de estrada, foi fundado em 01 de maio de 1988 pela professora Maria de Nazaré do Ó Ribeiro, com o objetivo de incentivar, cultivar, valorizar e preservar o Folclore, assim como estimular a criação artística, visando a Integração com a Comunidade e a Sociedade em que atua e com outros Estados da Federação, fazendo Intercâmbio Cultural, a nível Nacional e Internacional através da música, da dança e do teatro


Grupo Sarandeiros

De onde vem o grupo?
Minas Gerais

Fundado em 1980 e completando 42 anos de atividades em 2022, o Sarandeiros é considerado um dos maiores e melhores grupos de dança no Brasil voltado para a divulgação da cultura nacional, com vasto figurino e materiais cênicos, que caracterizam os seus espetáculos e as suas coreografias. O repertório do grupo traduz, através de seus shows, a impressionante diversidade cultural de todo o país. O Grupo Sarandeiros estará representado pelos seus grupos Adulto e Juvenil, que contam com o apoio da Universidade Federal de Minas Gerais ( UFMG), e dos Colégios Santo Agostinho de Belo Horizonte e Contagem 
Tem na direção Geral o Professor Gustavo Côrtes, 
Direção Artística de Petrônio Alves e Marcos Liparini, 
Direção Musical Tatá Sympa, preparação Fisica Diego Marcossi e os ensaiadores Luíza Rallo, Iago Silva, e Elisânea Lima.
Participação especial dos Músicos Marina Gonçalves e Ébano Brandão.


Índios Pataxós da Aldeia Coroa Vermelha

De onde vem o grupo?
Bahia

Desde o ano de 2010, o evento conta com a participação da comunidade indígena da aldeia de Coroa Vermelha, os Índios Pataxós. Além do artesanato que comercializam, fazem suas apresentações no Palco principal e levam também a sua cultura para dentro das escolas.


Trupe Teatro de Bonecos de Alagoas

De onde vem o grupo?
Alagoas

A Trupe Teatro de Bonecos de Alagoas surgiu a partir da 1° Mostra de Teatro de Bonecos de Alagoas, com necessidade de expandir a cultura bonequeira pelo Estado. Projeto idealizado por Jorge Ricardo Camilo dos Santos que atualmente é presidente da IOV Secção Alagoas.